A FERRUGEM NÃO FOI OBSTÁCULO PARA OS LEGENDS BRASILEIROS!

By abrasp | 1 de agosto de 2019 | Destaque, Notícias

A Capital Catarinense do Surfe mostrou, mais uma vez, porque detém este reconhecimento, oferecendo uma arena propícia para o duelo entre os Legends do surfe brasileiro. A praia da Ferrugem encerrou o segundo dia de competição oferecendo uma esquerda muito boa.

O Circuito The Legends Vida Marinha é apresentado pela Cerveja Corona, e teve esta etapa também patrocinada pela Surfland Brasil.

GUGA ARRUDA DESTACANDO-SE, MAIS UMA VEZ

Guga arruda foi um dos destaques da primeira etapa nos Molhes da Barra de Laguna e, numa bateria muito disputada, com muitas viradas, Guga Arruda conseguiu a nota que precisava na sua última onda, garantindo a vitória na categoria Gran Master (acima dos 40 anos) e, com o resultado, a liderança do Ranking 2019 do Circuito The Legends Vida Marinha. Márcio Leal ficou com a 2° colocação na bateria, se posicionando na 3° colocação do ranking. Completaram a final Álvaro Bacana e Júnior Silveira, que ficaram com a 3° e 4° colocação na bateria, respectivamente.

“A realização deste Circuito, essa confraternização de amigos, essa valorização dos Legends, a premiação em dinheiro, isso é muito importante para o nosso esporte. Eu estou muito feliz em participar e gostaria de parabenizar a todos os envolvidos”, diz o Legend Campeão Guga Arruda, após dedicar o seu momento competitivo ao atleta Álvaro Bacana e ao Fred Leite (Swell Eventos), que o convidaram e incentivaram muito para participar do Circuito.

FABIO GOUVEIA HOMENAGIA, IN MEMORIAN

Uma final Kahuna (acima de 45 anos) com grandes nomes e muito surfe, foi marcada por notas altas. Quem levou a melhor foi o ex-integrante da elite do surfe mundial, o Legend Fábio Gouveia, deixando o campeão da categoria Gran Master Guga Arruda na 2° colocação. Porém, no ranking 2019 eles invertem de posição, com Guga Arruda liderando a categoria, deixando Fabinho Gouveia com a segunda colocação. Em terceiro lugar (na bateria e no ranking) ficou o Bi Campeão Brasileiro Jojó de Olivença e no quarto lugar o Legend Local Roni Ronaldo, que está voltando de lesão.

No pódio, o experiente Locutor João Lopes falou aos atletas: “Que vitória! A presença de vocês enriquecendo o Circuito! Bateria eletrizante entre os quatro! Fabinho, um duelo mais a parte com o Guga nas esquerdas, chegou a ficar perdendo, mas virou o resultado a seu favor“.

“O ano passado eu via a movimentação da galera, eu não estava junto, mas ouvia -The Legends, The Legends, The Legends-, e eu sentia aquela vontade de participar. Eu já via no passado, quando eu levava os meus filhos para o Circuito Catarinense, era uns Masters correndo e eu dizia -pô cara, quando eu parar de competir profissionalmente, eu vou estar ali também correndo os Masters-. E eu estou aqui agora! Todo mundo no rip, cada um mais no rip do que o outro, o Guga tava incrível, achando todas as valas. Essa foi a minha vez, como foi a dele na outra etapa. To amarradão!”, respondeu Fabinho, um dos Embaixadores da Surfland Brasil.

“Gostaria de dedicar esta vitória à pessoa que me descobriu no surfe, que me deu o primeiro ponta pé, Paulo Bala, que faleceu recentemente. Foi o cara que me trouxe aqui pro sul a primeira vez, foi quando eu comecei no OP PRO, em 1986. Então o meu começo mesmo do surfe foi aqui, e esse cara que me trouxe, então eu queria homenagear ele com esse título aqui!”, complementa o Legend.

JOJÓ DE OLIVENÇA SEGUE COLECIONANDO TÍTULOS

Com uma nota 8,25, o Legend Jojó de Olivença foi da 3° colocação para a 1° da categoria Gran Kahuna (acima de 50 anos), segurando o resultado até o final, consagrando-se o grande campeão desta etapa. Junior Maciel terminou na segunda colocação, deixando Steward Dean em terceiro e David Husadel em quarto. Jojó possui duas vitórias em 2019, liderando o ranking com 100% de aproveitamento, seguido de Steward que está em segundo e Carlos Santos em terceiro.

“Obrigado pela oportunidade. Surfe é a nossa vida, eu gostaria de agradecer e parabenizar ao Fred e toda a sua equipe pela organização, pelo evento, muito maravilhoso, o nível altíssimo, toda a velharada com a prancha no pé, surfando muito, um espetáculo bonito de se ver. Gostaria de agradecer à Deus pelo privilégio de ter saúde e continuar surfando, continuando sendo exemplo para a garotada, para a nova geração, mostrando que surfar é muito bom pra saúde e faz bem pra vida!”, diz Jojó, sendo aplaudido pelo público logo após.

GILMAR SILVA ACABANDO COM A FERRUGEM

Gilmar Silva destruiu a onda da praia da Ferrugem, consagrando-se o grande campeão da categoria Master (acima de 35 anos). Na bateria final fez a maior nota do campeonato (9,65) e o maior somatório da competição (16,85), conquistando uma vitória inquestionável. Na segunda colocação ficou Marcio Farney, surfando com o seu estilo próprio com prancha com bastante borda. Álvaro Bacana, em mais uma participação nas finais, ficou em terceiro, com Raphael Becker em quarto.

“Primeiramente quero agradecer à Deus por estar neste lugar maravilhoso e parabenizar a todos os envolvidos no evento, todos os organizadores. É muito bom estar em um evento desses de Legends. Eu sou fã de muitos competidores que estão aqui, o Gouveia, o Jojó, o Guga Arruda, entre outros, estar entre amigos que foram os meus adversários a muito tempo atrás e reencontra-los novamente está sendo muito bom, e vencendo aqui estou muito feliz!”, declara Gilmar no pódio.

Perguntado sobre o seu hight score, Gilmar respondeu que “a onda tem um potencial absurdo aqui na Ferrugem, a esquerda, é demais essa onda. Antes de entrar eu já estava de olho naquela onda, tava sempre aparecendo uma onda com potencial para fazer um score alto, e eu acreditei, fui um pouco mais pro meio da praia, e dei sorte, ela apareceu e eu aproveitei ela do jeito certo”.

HOMENAGEM ANASOL AO LEGEND MAIS ANTIGO

O Legend Bilo, atleta mais velho (experiente) da competição, foi homenageado pela apoiadora Anasol. Foi recordada uma capa da Revista Fluir no ano de 1986, conquistada por Bilo, com uma onda em Puerto Escondido.

ESTATÍSTICAS

89 atletas disputaram 46 baterias, tendo 753 ondas surfadas pelos Legends brasileiros e julgadas pelo Staff Técnico da FECASURF (Federação Catarinense de Surf). Houveram 12 ondas no critério Excelente e 73 no critério Muito Boa.

Gilmar Silva obteve a maior nota e o maior somatório da competição. Guga Arruda foi o outro grande destaque nas notas e somatórios da etapa. Complementam as maiores notas e somatórios nomes como Fred Vilela, Jojó de Olivença, Steward Dean, Fabio Gouveia, Marcio Farney e Roni Ronaldo.

PESCA DA TAINHA JUNTO À COMPETIÇÃO

Durante a competição os pescadores locais realizaram o Cerco da Tainha bem ao lado da competição. A narração do evento e os surfistas vibraram com a entrada da embarcação de forma muito corajosa, varando ondas de aproximadamente 1 metro, e conseguindo pescar quase 3 mil tainhas para as famílias locais.

“Pra nós é uma alegria e pra pesca também. Os surfistas colaboraram com a gente, botamos a bandeira, e todo mundo respeitou, pessoal do campeonato veio conversar, nós pescamos nesse lado da praia e ficou o outro lado para o campeonato. Nós estamos muito felizes com a carcada que nós demos”, declarou o Pescador Nativo Manoel da Silva Bento.

“A Secretaria de Pesca tinha avisado sobre o recolhimento das redes no começo da semana, mas dai apareceu estes peixes bem no final da safra, felizmente, porque parece que esse ano a safra não foi tão boa. O mar estava grande a uns 3 ou 4 dias, e eles mandaram muito bem de entrar hoje com a canoa e fazer este cerco hoje, porque de repente amanhã as condições ficam piores.”, comenta o Magoo, Presidente da ASG (Associação de Surf de Garopaba).

Magoo segue contando que “eles conseguiram trazer a canoa até o meio da praia num esforço que eu vi, pela areia, e entraram em um mar que não estava fácil. A galera viu, filmou, e foi emocionante, o seu Domingos passou três ondas que a galera ficou na vibração, e quando ele passou todo mundo gritou e vibrou, todo mundo ficou feliz pra caramba deles cercar bastante peixe”.

“Foi bom estar rolando o campeonato, por ter poucas pessoas na água e só no cantinho, pois se fosse um final de semana normal teriam muito mais pessoas na água surfando e de repente poderia atrapalhar um pouco a pesca. A ASG acabou deixando somente os competidores surfarem, proibindo a área de freesurf do lado, e ficou bom para ambas as partes, rolou o campeonato e rolou o cerco, mostrando que é possível sim interagir as duas atividades, mantendo a harmonia, porque a pesca também faz parte da nossa cultura, e a gente fica bem feliz por eles conseguirem manter a cultura e dividir o peixe com várias famílias, o que é emocionante”. Finaliza Magoo.

O CIRCUITO

Esta é a quarta temporada seguida da competição, criada especialmente para as lendas do surfe brasileiro. A primeira etapa foi realizada nos dias 25 e 26 de maio, em Laguna/SC. As próximas etapas acontecerão em 19 e 20 de outubro (São Francisco do Sul) e em 14 e 15 de dezembro (Florianópolis).

O objetivo do Circuito é manter viva a memória do surfe brasileiro, catarinense e local (município de cada etapa), no âmbito competitivo e na história do surfe local, além de manter os atletas Masters ativos no cenário competitivo.

O evento soma 1.000 pontos para o Ranking Profissional Master da ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional) e para o Circuito Master Surf SC 2019.

Além de uma competição com alto nível de surfe, o evento serve como um reencontro e uma confraternização entre alguns dos atletas que fizeram história nos primórdios do surfe brasileiro.

QUEM ESTÁ JUNTO AO EVENTO?

Patrocínio: Vida Marinha e SurfLand.

Apresentação: Cerveja Corona.

Copatrocínio: Banana Wax; Kbral Auto Center; Prefeitura Municipal de Garopaba.

Apoios locais: Restaurante Aborígene; Pousada Beira Mar; Nalata Skate Food; Pousada Ferrujão; Pousada Maunaloa; Pitaya Pousada e Beach Club; Buenas Ondas; NaLata Skate Food.

Ações Socioambientais: Parley of the Oceans; Eco Local Brasil; Carbo Brasil; Açaizeiro; Ecogaropaba; Meu Copo Eco.

Realização: Swell Eventos; Match Sports; ASG. Supervisão: FECASURF; ABRASP.
Fotos: Marcio David

RESUMO DOS RESULTADOS

MASTER

1°- Gilmar Silva

2°- Marcio Farney

3°- Álvaro Bacana

4°- Raphael Becker

GRAN MASTER

1°- Guga Arruda

2°- Marcio Leal

3°- Álvaro Bacana

4°- Junior Silveira

KAHUNA

1°- Fábio Gouveia

2°- Guga Arruda

4°- Roni Ronaldo

3°- Jojó de Olivença

GRAN KAHUNA

1°- Jojó de Olivença

2°- Junior Maciel

3°- Steward Dean

4°- David Husadel


Assessoria de Imprensa – Swell Eventos
www.swelleventos.com