Favoritas avançam para as quartas de final femininas em M-River

By abrasp | 12 de abril de 2016 | Notícias

Em mais um dia de boas ondas de 4-6 pés em Main Break, foram realizadas duas rodadas de quatro baterias na segunda-feira para definir as oito classificadas para as quartas de final femininas do Drug Aware Margaret River Pro. A quarta fase masculina foi adiada para as 7h00 da terça-feira em Western Australia, 20h00 da segunda-feira pelo fuso horário de Brasília, com o quarto dia da competição ficando todo para as meninas competirem em Margaret River. As favoritas se classificaram para disputar o título da etapa que fecha a perna australiana do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour 2016.

 Courtney Conlogue (Foto: WSL / Sloane)
Courtney Conlogue (Foto: WSL / Sloane)

A norte-americana Courtney Conlogue, continuou o seu domínio nas ondas de Margaret River, onde já venceu três vezes e defende o título conquistado no ano passado. Dessa vez, ela compete com a lycra amarela do Jeep WSL Leader e garantiu passagem direta para as quartas de final na terceira fase, que abriu a segunda-feira em Main Break. Courtney surfou duas boas ondas para totalizar imbatíveis 15,33 pontos contra a havaiana Malia Manuel e a australiana Nikki Van Dijk. Malia ainda desafiou Conlongue com um 7,33, mas não conseguiu a nota 8,04 que precisava para derrotar a líder do ranking.

“Para mim, essa terceira fase é como uma rodada eliminatória também. Tudo bem que se você perder terá outra chance na quarta fase, mas é bom evitar essa morte súbita”, disse Courtney Conlogue, que vai enfrentar a australiana Laura Enever na segunda quarta de final. “Se você tiver uma bateria ruim, vai acabar fazendo as malas e ir para casa mais cedo, então eu sempre entro na terceira fase para tentar a vitória a qualquer custo. Para buscar o título mundial, você não quer ter um nono lugar entre os resultados computados, então evitar essa quarta fase é crucial para mim”.

A bateria seguinte a da vitória de Courtney Conlogue foi 100% australiana, entre a vice-líder do ranking 2016, Tyler Wright, a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore e a local de Margaret River, Bronte Macaulay. Wright conquistou a vaga para as quartas de final no limite. Ela precisava de 5,23 pontos para superar Gilmore e conseguiu 5,30 na sua última onda para vencer. Apesar do maior conhecimento da praia, Macaulay não achou boas ondas e terminou em último.

 Stephanie Gilmore (Foto: WSL / Cestari)
Stephanie Gilmore (Foto: WSL / Cestari)

Stephanie Gilmore teve que disputar uma rodada extra e aproveitou muito bem a segunda chance de classificação para as quartas de final, fazendo uma grande apresentação contra a norte-americana Sage Erickson. Com duas notas na casa dos 8 pontos, ela derrotou a americana por 17,10 a 14,74 e vai voltar a enfrentar Tyler Wright na disputa pela última vaga para as semifinais do Drug Aware Pro.

As outras duas surfistas que perderam na terceira fase e tiveram que entrar no mar de novo na segunda-feira para se classificar para as quartas de final, foram a havaiana Tatiana Weston-Webb, a australiana Laura Enever e a sul-africana Bianca Buitendag. Tatiana vai enfrentar a australiana Sally Fitzgibbons na primeira bateria.

A única surpresa do dia foi a Laura Enever, que não vencia uma bateria do CT desde a etapa de Fiji em junho do ano passado. Em Margaret River, ela já ganhou duas, despachando a número 4 do ranking, Johanne Defay, da França, na segunda fase e a havaiana Malia Manuel na briga pela vaga nas quartas de final. Agora Laura terá uma parada dura contra a líder Courtney Conlogue na segunda bateria. E a Bianca foi para a terceira, da tricampeã mundial Carissa Moore, do Havaí.

Laura Enever (Foto: WSL / Cestari)
Laura Enever (Foto: WSL / Cestari)

A primeira chamada da terça-feira para a quarta fase masculina e para as quartas de final femininas foi marcada para as 7h00 na Austrália, 20h00 da segunda-feira pelo fuso horário de Brasília. A terceira etapa do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour 2016 está sendo transmitida ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e no Brasil também pelo canal ESPN+.

——————————————————

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

——————————————————

QUARTAS DE FINAL FEMININAS – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 13.250 de prêmio:

1.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Tatiana Weston-Webb (HAV)

2.a: Courtney Conlogue (EUA) x Laura Enever (AUS)

3.a: Carissa Moore (HAV) x Bianca Buitendag (AFR)

4.a: Tyler Wright (AUS) x Stephanie Gilmore (AUS)

QUARTA FASE – Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 3.300 pontos e US$ 10.500:

1.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) 11.87 x 10.90 Nikki Van Dijk (AUS)

2.a: Laura Enever (AUS) 14.50 x 14.20 Malia Manuel (HAV)

3.a: Bianca Buitendag (AFR) 14.60 x 9.44 Bronte Macaulay (AUS)

4.a: Stephanie Gilmore (AUS) 17.10 x 14.74 Sage Erickson (EUA)

TERCEIRA FASE – Vitória=Quartas de Final e 2.a e 3.a=Quarta Fase:

1.a 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=15.50, 2-Tatiana Weston-Webb (HAV)=8.83, 3-Laura Enever (AUS)=6.00

2.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=15.33, 2-Malia Manuel (HAV)=12.63, 3-Nikki Van Dijk (AUS)=7.10

3.a: 1-Carissa Moore (HAV)=16.50, 2-Bianca Buitendag (AFR)=15.50, 3-Sage Erickson (EUA)=15.23

4.a: 1-Tyler Wright (AUS)=11.97, 2-Stephanie Gilmore (AUS)=11.94, 3-Bronte Macaulay (AUS)=9.30

QUARTA FASE MASCULINA – 1.o=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Quinta Fase:

1.a: Matt Wilkinson (AUS), Joel Parkinson (AUS), Julian Wilson (AUS)

2.a: Nat Young (EUA), Adrian Buchan (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA)

3.a: Gabriel Medina (BRA), Kolohe Andino (EUA), Jordy Smith (AFR)

4.a: Italo Ferreira (BRA), Sebastian Zietz (HAV), Caio Ibelli (BRA)