Jannifer de Souza bate todos os recordes do Pena Little Monster no Ceará

By abrasp | 5 de fevereiro de 2017 | Notícias

O cearense é local de Paracuru e comandou o espetáculo nas boas ondas do Ronco do Mar na estreia da categoria Pro Junior masculina e no sábado também foram definidos os finalistas da Pro Junior feminina, Sub-10, Sub-12 e Sub-16.

O Pena Little Monster abriu o circuito Pro Junior 2017 da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) no sábado e os surfistas da categoria para competidores com até 20 anos de idade comandaram o espetáculo nas boas ondas do Ronco do Mar, em Paracuru, litoral norte do Ceará. As marcas do primeiro dia foram sendo batidas a cada bateria e um local de Paracuru, Jannifer de Souza, se tornou o recordista absoluto totalizando incríveis 19,40 pontos de 20 possíveis, somando notas 9,90 e 9,50. No sábado também foram definidas as finalistas da Pro Junior feminina e das categorias dos monstrinhos da Sub-10, Sub-12 e Sub-16. O domingo decisivo começa às 8h00 com a terceira fase Pro Junior masculina, que marca a estreia dos cabeças de chave do Pena Little Monster em Paracuru.

“Só tenho que agradecer a Deus por todas essas ondas maravilhosas que Ele mandou para mim e a felicidade está a mil”, vibrou Jannifer de Souza. “Já passei para o rounde 3 e tenho que continuar assim, focando em pegar as melhores ondas das baterias. O fato de eu ser local daqui facilita muito pra mim, pois fico sempre no lugar certo e treinei bastante a semana inteira, desde que cheguei de Fernando de Noronha. Estou feliz porque toda a galera está torcendo por mim, até os pescadores de manhã me falaram que esse campeonato era meu, que a vitória vai ser minha e era para eu focar nisso”.

Jannifer de Souza (CE) (Lima Junior / Pena)
Jannifer de Souza (CE) (Lima Junior / Pena)

Antes de Jannifer Souza se tornar o recordista absoluto do Pena Little Monster, com dois dos quatro juízes chegando a dar nota 10 para ele em sua melhor onda, a nota 8,0 e os 15,50 pontos do cearense Cauã Costa no primeiro dia já haviam sido batidos várias vezes na Pro Junior masculina, que abriu o sábado no Ronco do Mar. O primeiro foi o próprio Jannifer, que recebeu uma nota 9,0 e venceu sua primeira bateria por 17,40 pontos. Essas marcas foram logo superadas nos primeiros confrontos da segunda fase.

Na terceira bateria, o potiguar Israel Junior, de Baía Formosa, igualou os 17,40 pontos de Jannifer Souza com a maior nota do Pena Little Monster 2017 até ali, numa direita detonada por uma série de seis manobras potentes de backside que arrancou 9,80 dos juízes. “Foi uma bateria muito boa com os atletas locais que surfam muito bem e eu sabia que tinha que pegar duas ondas boas”, disse Israel Junior. “Eu consegui entrar numa onda muito boa, ela ficou em pé e eu saí manobrando até a beira. Estou muito feliz pela nota 9,80 e espero continuar assim até a final. Essa onda aqui é bem parecida com a de casa, do Pontal de BF, então treinei bastante lá pra chegar aqui confiante em fazer as manobras”.

Israel Junior (RN) (Lima Junior / Pena)
Israel Junior (RN) (Lima Junior / Pena)

Na disputa seguinte, o cearense Mathias Ramos ampliou o maior placar do campeonato para 17,75 pontos, computando notas 9,50 e 8,25. Depois, só na bateria que fechou a segunda fase essas marcas foram superadas pelo recordista absoluto do Pena Little Monster, Jannifer de Souza. Ele apresentou um surfe muito moderno, com manobras progressivas executadas com pressão e velocidade nas direitas do Ronco do Mar. Jannifer ganhou quatro notas no critério excelente – 9,90, 9,50, 9,35 e 8,50 – e atingiu impressionantes 19,40 pontos de 20 possíveis.

“O começo da bateria foi um pouco difícil, mas conseguir abrir bem com um 8,25 e estou muito focado nesse campeonato”, disse Mathias Ramos. “Eu quase não venho pra cá por causa de patrocínio, mas deu tudo certo e graças a Deus estou quebrando. Eu analisei bem essa onda que entra mais no meio da praia, consegui acertar uma manobra bem forte, depois umas quatro boas na sequência, uma rasgada puxando pra dentro, outra pra finalizar e esperei a nota. Fiquei muito feliz porque saiu uma nota boa (9,5)”.

Mathias Ramos (CE) (Lima Junior / Pena)
Mathias Ramos (CE) (Lima Junior / Pena)

DECISÃO FEMININA – Logo após a segunda fase da categoria Pro Junior masculina, foram iniciadas as semifinais da Pro Junior feminina, da Sub-16, Sub-12 e Sub-10, pois as da Sub-14 aconteceram na sexta-feira, classificando os cearenses Cauã Costa e Pedro Rian, o paraibano Yuri Barros e o pernambucano Lucas Lisboa para a grande final. No sábado, a primeira categoria a definir as finalistas foi a Pro Junior Feminina e a decisão será quase uma reedição do Pena Little Monster disputado em janeiro do ano passado em Paracuru.

A cearense Larissa dos Santos conquistou o título brasileiro Pro Junior de 2015 com a vitória no Ronco do Mar e vai tentar o bicampeonato, enfrentando novamente a também cearense Yanca Costa e a paulista Julia Santos. A única novidade é a paraibana Raíssa Fernandes no lugar da cearense Mayra Costa, que foi vice-campeã na final do ano passado em Paracuru.

“Não deu pra escutar nada dentro d´água porque o vento está muito forte, mas só tenho que agradecer a Deus por ter passado pra final”, disse Larissa dos Santos. “Vou tentar o bicampeonato e quero agradecer também as pessoas que estão me ajudando, torcendo por mim, meus patrocinadores, minha família e ao meu pai, que está sempre comigo. A final vai ser bem disputada, as meninas estão surfando muito bem. A Yanca (Costa), a Raíssa (Fernandes) e a Julia (Santos), estão quebrando e todas estão aqui para ganhar também, como eu”.

Larissa dos Santos (CE) (Lima Junior / Pena)
Larissa dos Santos (CE) (Lima Junior / Pena)

FINAIS AMADORAS – Nas categorias amadoras, os monstrinhos também deram um show no pointbreak de direitas perfeitas de Paracuru. O melhor surfista da sexta-feira no Ronco do Mar, Cauã Costa, foi eliminado da categoria Pro Junior, mas no fim do dia se garantiu em mais uma final. No primeiro dia, ele passou para a decisão da Sub-14 e agora vai tentar o título também na Sub-16. No último Circuito Pena Little Monster, ele foi o campeão da Sub-12.

“Essa bateria foi muito disputada, com dois amigos meus, o Daniel Templar e o Mateus Sena, e estou muito feliz por passar para duas finais”, disse Cauã Costa, da equipe Pena, após vencer a primeira semifinal Sub-16. “Eu fiz um 7,25 na minha segunda onda e na última ganhei 8,5. Gostei da bateria, foi bem disputada, tinha boas ondas e esse campeonato da Pena é muito irado. Já estou ansioso pra que chegue logo o domingo e vamos com tudo para as finais”.

Os concorrentes de Cauã Costa na decisão Sub-16 do domingo serão os também cearenses Thiago Eduardo e Lucas Bezerra e o potiguar Mateus Sena. Outros dois campeões do último Circuito Pena Little Monster também brilharam mais uma vez nas ondas do Ronco do Mar. O paraibano Yuri Barros conquistou o bicampeonato na Sub-10 no ano passado e se classificou para a decisão da Sub-12 com um dos maiores placares entre os monstrinhos, 16 pontos.

Cauã Costa (CE) (Lima Junior / Pena)
Cauã Costa (CE) (Lima Junior / Pena)

“Eu consegui fazer uma nota 9 e um 7, estou muito feliz e espero quebrar tudo de novo na final”, disse Yuri Barros. “Deus vai me dar força, meu anjo Ícaro, e quero agradecer a todos que torceram por mim. Na minha melhor onda hoje (sábado), eu consegui dar umas seis manobras de backside, finalizei com uma no buraco e meu pai gostou demais (risos). Estou muito feliz e agora só quero mesmo ganhar o campeonato amanhã”.

Assim como Cauã Costa, Yuri Barros também já havia se garantido na final Sub-14 na sexta-feira e na Sub-12 vai decidir o título contra três cearenses, Francisco Iuri, Guilherme Lemos e Adriano de Souza, mesmo nome do campeão mundial Mineirinho, que está no Havaí disputando o QS 3000 Volcom Pipe Pro. Guilherme Lemos é outro surfista que vai disputar duas finais no domingo, na Sub-12 e na Sub-10, contra o também cearense Marcos Pedersen e os potiguares Victor Santos e Alessandro Lucas.

“Estou muito feliz. Eu corri a Pro Junior hoje, mas meu foco é a Sub-10 e a Sub-12. Já me garanti numa final e estou amarradão, porque quero ser campeão de tudo esse ano”, disse Guilherme Lemos, de apenas 9 anos de idade que venceu a categoria Sub-8 do último Circuito Pena Little Monster. “Eu também competi na Sub-14, não fui bem, mas sou muito novo ainda e quero mesmo vencer uma categoria pelo menos, a Sub-10 ou a Sub-12, ou as duas”.

Yuri Barros (PB) (Lima Junior / Pena)
Yuri Barros (PB) (Lima Junior / Pena)

A etapa de abertura do Pena Little Monster 2017 é apresentada pela CT Wax, com patrocínio da Pena Surf Wear e Prefeitura Municipal de Paracuru, apoio da Agua Acacia, Picolé Pardal, dos hotéis Vento Brasil e Dunas de Paracuru, das pousadas Bons Ventos e Sol & Lua e Associação de Surf de Paracuru (ASPA), com realização da Federação de Surf do Estado do Ceará, Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e Top 16 Promoções. O evento está sendo transmitido ao vivo pelo www.pena.com.br

———————————————————-
João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria do Surf
Assessoria de Imprensa do Pena Little Monster