Mais um top contundido muda baterias do Rip Curl Pro Bells Beach

By abrasp | 21 de março de 2016 | Notícias

O australiano Jack Freestone é o quinto top da elite da World Surf League que não vai poder competir no Rip Curl Pro Bells Beach por estar contundido. Ele já estava escalado na nona bateria, mas sofreu uma séria lesão no joelho e cancelou sua participação. Sua saída mudou metade dos doze confrontos da primeira fase, quatro deles envolvendo brasileiros. O segundo desafio do Samsung Galaxy WSL Championship Tour 2016 começa nesta quinta-feira, com a primeira chamada do dia marcada para as 7h30 em Bells Beach, na Austrália, 18h30 da quarta-feira pelo fuso horário de Brasília, ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

 Alex Ribeiro estreando no CT na Gold Coast (Foto: Kelly Cestari – WSL)
Alex Ribeiro estreando no CT na Gold Coast (Foto: Kelly Cestari – WSL)

O campeonato mais tradicional da história do esporte, realizado desde 1962 pela Rip Curl nas geladas direitas de Bells Beach sempre durante a Páscoa, ia começar com as duas novidades da “seleção brasileira” disputando a primeira classificação direta para a terceira fase com o francês Jeremy Flores. Caio Ibelli permaneceu, mas o também paulista Alex Ribeiro foi transferido para a sétima e terá o privilégio de competir com o maior ídolo de todos os tempos, Kelly Slater, além do igualmente experiente australiano Kai Otton.

Já o paulista Miguel Pupo estava na oitava bateria e desceu uma para ocupar a vaga de Jack Freestone logo contra os dois finalistas da etapa que abriu a temporada 2016 na Gold Coast, Matt Wilkinson e Kolohe Andino. Wilko vai estrear com a lycra amarela do Jeep WSL Leader em Bells Beach, que no Quiksilver Pro foi usada pelo atual campeão mundial, Adriano de Souza. A outra bateria de brasileiro que teve mudança de adversário foi a terceira, do estreante do ano em 2015, Italo Ferreira. O havaiano Dusty Payne foi chamado para substituir Jack Freestone e será o seu terceiro oponente. O outro continua sendo o norte-americano Kanoa Igarashi.

Com a saída de Jack Freestone, agora são cinco tops da elite contundidos neste segundo desafio do ano na Austrália. O havaiano Mason Ho entrou na vaga do brasileiro Filipe Toledo, que lesionou a perna esquerda durante as semifinais do Quiksilver Pro Gold Coast, mas têm as marcas a serem batidas na temporada, a primeira nota 10 do ano e 19,20 pontos de 20 possíveis da melhor apresentação em Snapper Rocks. Mason Ho vai compor uma das três baterias que serão completadas pelos “wildcards” do evento, encabeçadas pelos campeões mundiais Adriano de Souza, Gabriel Medina e Mick Fanning.

 Miguel Pupo na Gold Coast (Foto: Kelly Cestari – WSL)
Miguel Pupo na Gold Coast (Foto: Kelly Cestari – WSL)

Os outros contundidos são os australianos Owen Wright e Bede Durbidge e o brasileiro Alejo Muniz, que também não competiram na Gold Coast. Owen e Bede se machucaram na perigosa bancada de Banzai Pipeline durante o Billabong Pipe Masters, enquanto Alejo operou o joelho no ano passado e ainda está em tratamento para retornar ao grupo de elite da World Surf League, com a vaga reconquistada no ano passado. Os mesmos surfistas que entraram em seus lugares na Gold Coast irão substituí-los em Bells Beach, os australianos Adam Melling e Stu Kennedy e o havaiano Sebastian Zietz, respectivamente.

O Rip Curl Pro Bells Beach será realizado junto com a igualmente segunda etapa feminina do Samsung Galaxy WSL Championship Tour com transmissão ao vivo da Austrália pelo www.worldsurfleague.com a partir do dia 24 de março.

——————————————————

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

——————————————————

PRIMEIRA FASE DO RIP CURL PRO BELLS BEACH:

1.a: Jeremy Flores (FRA), Caio Ibelli (BRA), Davey Cathels (AUS)

2.a: Julian Wilson (AUS), Stu Kennedy (AUS), Adam Melling (AUS)

3.a: Italo Ferreira (BRA), Kanoa Igarashi (EUA), Dusty Payne (HAV)

4.a: Gabriel Medina (BRA), Conner Coffin (EUA),

5.a: Mick Fanning (AUS), Keanu Asing (HAV),

6.a: Adriano de Souza (BRA), Michel Bourez (TAH),

7.a: Kelly Slater (EUA), Kai Otton (AUS), Alex Ribeiro (BRA)

8.a: Joel Parkinson (AUS), Taj Burrow (AUS), Sebastian Zietz (HAV)

9.a: Matt Wilkinson (AUS), Kolohe Andino (EUA), Miguel Pupo (BRA)

10: Nat Young (EUA), Adrian Buchan (AUS), Ryan Callinan (AUS)

11: Josh Kerr (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Matt Banting (AUS)

12: John John Florence (HAV), Jordy Smith (AFR), Jadson André (BRA)

PRIMEIRA FASE DO RIP CURL WOMEN´S PRO BELLS BEACH:

1.a: Stephanie Gilmore (AUS), Bianca Buitendag (AFR), Chelsea Tuach (BRB)

2.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Malia Manuel (HAV), Alessa Quizon (HAV)

3.a: Carissa Moore (HAV), Keely Andrew (AUS), wildcard

4.a: Courtney Conlogue (EUA), Nikki Van Dijk (AUS), Laura Enever (AUS)

5.a: Tyler Wright (AUS), Sage Erickson (EUA), Coco Ho (HAV)

6.a: Johanne Defay (FRA), Tatiana Weston-Webb (HAV), Bronte Macaulay (AUS)