Oi Rio Pro começa nesta terça-feira em Saquarema

By abrasp | 8 de maio de 2017 | Notícias

A segunda-feira já amanheceu com boas ondas na Praia de Itaúna e a expectativa é de que o Oi Rio Pro comece mesmo nesta terça-feira em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. A primeira chamada do dia será as 6h45 para um possível início as 7h05, com os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza estreando nas duas primeiras baterias da etapa brasileira do World Surf League Championship Tour. Na segunda-feira, um bom público já encheu a praia para assistir a triagem e os catarinenses Yago Dora e Tainá Hinckel ganharam as finais. Eles completaram as baterias da primeira fase, encabeçadas pelos líderes do ranking, o atual campeão mundial e defensor do título do Oi Rio Pro, John John Florence, e a hexacampeã Stephanie Gilmore.

Foto: Poullenot – WSL

Os dois vão competir no Oi Rio Pro com a lycra amarela do Jeep WSL Leader e estiveram na coletiva de imprensa realizada na tarde da segunda-feira no Centro de Treinamento da CBV – Confederação Brasileira de Vôlei – em Saquarema. Além deles, também atenderam os jornalistas as duas campeãs do Oi Rio Pro na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, a defensora do título, Tyler Wright, e Courtney Conlogue, a brasileira Silvana Lima, o sul-africano Jordy Smith e o australiano Owen Wright, que dividem a segunda posição no ranking após as três etapas que abriram a temporada na Austrália. Já Kelly Slater e Adriano de Souza não chegaram a tempo de participar da coletiva na segunda-feira.

“Todos que estão aqui neste campeonato vêm com a mesma vontade de vencer e eu espero conseguir um bom resultado aqui para entrar na briga pelo título mundial também”, disse Gabriel Medina, que vai enfrentar o português Frederico Morais e o australiano Ethan Ewing na primeira bateria do Oi Rio Pro em Saquarema. “Eu estou calmo, confiante, com boas pranchas e isso me dá mais confiança ainda. Amanhã (terça-feira) eu estreio bem cedo, na primeira bateria do dia, eu acho que vai ter altas ondas, então estou feliz e vamo que vamo”.

Depois da estreia de Medina, Adriano de Souza entra no mar junto com o havaiano Ezekiel Lau e o californiano Nat Young, para disputar a segunda classificação direta para a terceira fase. A programação é realizar as doze baterias da primeira fase masculina e as seis da rodada inicial feminina na terça-feira, caso as boas previsões das ondas se confirmem. Todas as estrelas da World Surf League estreiam na mesma fase, então o primeiro dia é imperdível para o público, que já compareceu em grande número para assistir a triagem da segunda-feira em Itaúna.

Gabriel Medina (Foto: Poullenot – WSL)

TRIAGENS – Apesar da maior participação de surfistas do Rio de Janeiro, dois catarinenses conquistaram as últimas vagas de convidados da etapa brasileira apresentada por Corona e patrocinada pela Oi em Saquarema. Na final feminina, a jovem campeã sul-americana Pro Junior da WSL South America, Tainá Hinckel, da Guarda do Embaú, ganhou um grande presente no dia do seu aniversário de 14 anos, a melhor onda que entrou na bateria. A nota 6,5 recebida decidiu a vitória sobre as bem mais experientes, Taís Almeida (2.o lugar), Jacqueline Silva (3.o), Karol Ribeiro (4.o) e a campeã sul-americana profissional da WSL South America, Nathalie Martins.

“Eu nem tenho palavras para descrever minha felicidade. Eu nunca imaginei que esse dia ia chegar tão cedo, principalmente na data do meu aniversário, porque estou fazendo 14 anos hoje (segunda-feira), então estou muito feliz mesmo”, disse Tainá Hinckel, que vai disputar sua primeira bateria no CT contra a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore e a também australiana Keely Andrew. “É um sonho que está sendo realizado e eu espero fazer uma boa participação no evento. O mar deu uma crescida desde o dia que cheguei aqui, tem altas ondas e consegui me encaixar legal na valinha. Agora vou enfrentar minha ídola né, competir com ela vai ser um sonho, mas quero me divertir e o que tiver que acontecer, vai acontecer. Meu grande objetivo era entrar no campeonato e só Deus sabe o dia de amanhã”.

Na final masculina, o catarinense Yago Dora, número 3 no ranking do WSL Qualfiying Series, também surfou as melhores ondas que entraram na bateria para garantir a vitória com duas notas na casa dos 7 pontos. O big-rider de Saquarema, Lucas “Chumbinho” Chianca, ficou em segundo lugar, com o ex-top do CT, Raoni Monteiro, em terceiro, Yan Guimarães em quarto e o campeão mundial Pro Junior de 2015, Lucas Silveira, em quinto. Yago Dora agora vai encarar os finalistas do Oi Rio Pro no ano passado na capital carioca, o campeão mundial John John Florence e o australiano Jack Freestone.

(Foto: Poullenot – WSL)

“Eu vim bem focado para essa triagem e foi irado. Já tinha visto a previsão que ia ter boas ondas e estava bem feliz só por ter essa oportunidade de disputar uma vaga pro campeonato”, disse Yago Dora. “Foi animal conseguir a classificação e agora tem o John John (Florence) e o Jack Freestone pela frente já, mas estou com uma expectativa boa e certamente será uma grande experiência para mim. É uma oportunidade incrível que quero aproveitar ao máximo. Estou bem no QS esse ano pra poder estar no CT no ano que vem, então é um bom aperitivo pra mim poder enfrentar os finalistas do ano passado logo na primeira bateria”.

O World Surf League Championship Tour tem patrocínio global do Jeep e Airbnb e a Oi como patrocinador “naming rights” da etapa brasileira apresentada por Corona. O Boticário e TNT Energy Drink são dois novos patrocinadores do Oi Rio Pro 2017, que será realizado com o importante apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e viabilizado pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), da Prefeitura Municipal de Saquarema, Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação de Surf de Saquarema (ASS). A competição será transmitida ao vivo pelo www.worldsurfleague.com