Thiago Camarão é o dono da festa na abertura do Maresia Paulista de Surf em Ubatuba

By abrasp | 22 de abril de 2017 | Notícias

ETAPA TAMBÉM VALEU PELO RANKING BRASILEIRO E REUNIU 96 SURFISTAS NA PRAIA DE ITAMAMBUCA

Embalado com a recente vitória no QS na Argentina, Thiago Camarão foi o dono da festa na abertura do Maresia Paulista de Surf Profissional, encerrada neste sábado (22), na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. A competição reuniu 96 surfistas de 11 estados e também valeu como início do ranking brasileiro da temporada. Com exceção de tubos, o público viu todas as manobras que poderiam ser feitas, em grandes apresentações de altíssimo nível técnico, nas ondas de 1 metro.

Thiago Camarão – Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage1

O campeão paulista de 2015 mostrou desde a sua estreia no round 2, que era um forte candidato à vitória. Na primeira apresentação somou 16,85 pontos, de 20 possíveis. No round seguinte garantiu a maior média do evento, com 18,15. Nas quartas, voltou a surfar bem, com 17 e na semi, 16,95, com a maior nota do evento, 9,7, superando o 9,5 que já tinha feito anteriormente.

Na final, contra três surfistas locais, incluindo o bicampeão paulista Hizunomê Bettero, ele garantiu a vitória na quinta e sexta ondas. Tirou um 8, com dois cut backs muito fortes, para assumir a liderança, e um 9,05, depois de um aéreo, para disparar na frente. No final, marcou 17,05, contra 14,40 de Wesley Leite, 13,85 de Wesley Dantas, dois talentos da nova geração, e 11,95 de Hizunomê, com grande vivência nas disputas e que vinha de vitória no QS na Califórnia.

Wesley Leite – Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage

Pela vitória, Camarão embolsou R$ 8 mil, de um total de R$ 30 mil distribuídos na etapa, além de importantes 3 mil pontos no ranking brasileiro, saindo de Ubatuba como líder dos dois circuitos. “Só tenho de agradecer a Deus. Estava muito concentrado o campeonato inteiro. Venho de vitória, minha prancha está muito boa e espero manter esse ritmo para as competições do Mundial QS, que é meu foco maior. Quero entrar no WCT”, vibrou o surfista de 28 anos.

“Estou muito feliz. É fruto de um trabalho muito grande que venho fazendo, com meus treinadores, com a academia Malha7, o professor Arthur Vargas e o acompanhamento médico do Instituto Mar Azul, sempre me deixando muito bem preparado. É resultado de uma equipe que está por trás de mim e me fortalecendo a todo momento”, acrescentou o surfista.

Apesar de estar focado para a vaga na elite mundial, ele adianta que não deixará de tentar o bicampeonato paulista. “O Paulista é um circuito muito importante e não vou deixar de lado por nada”, revelou o atleta, também comemorando a nova fase na carreira. No sábado passado ele garantiu a vitória no QS em Mar Del Plata um mês depois de assinar novo contrato de patrocínio com a MCD.

Wesley Dantas – Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage

“Ano passado perdi o patrocínio e tive de abrir uma escola de surf com o Tiago Testinha, que é meu sócio, porque o dinheiro não dava. Eu revezava o treinamento com as aulas de surf, para manter o sonho vivo”, lembrou Thiago. “Agora é página virada. Estou com patrocínio novo, vida nova, muito motivado e é seguir em frente. Estou focado em fazer resultado”, completou.

Outra atração do final de semana que teve sol, ondas boas e grandes nomes do surf brasileiro, foi a Overboard Expression Session, uma bateria sem regras, valendo a manobra mais radical. A vitória ficou com Edgard Groggia, de Guarujá, faturando R$ 1 mil. “Quero agradecer Ubatuba pela grande receptividade novamente. Tivemos um grande evento”, ressaltou o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério.

Ele fez questão de enaltecer a parceria com a Maresia, pelo 11º ano seguido, dos 37 anos consecutivos de Paulista. “Uma empresa não permanece 11 anos patrocinando um circuito se a relação não for boa. Temos o prazer de contar com uma marca que nem é de São Paulo nessa parceria. Uma empresa 100% surf. E a retribuição vem dos próprios surfistas que reconhecem esse empenho. Fomos o único circuito a realizar etapas em 2016 e já temos confirmadas três etapas em 2017”, falou.

Finalista do Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage1

PRÓXIMAS ETAPAS – Quem também prestigiou os dois dias da etapa foi o novo secretário municipal de esportes de Ubatuba, o ex-craque do futebol, Marcelinho Carioca, prometendo total empenho no apoio ao surf. O Maresia Paulista de Surf Profissional terá mais duas etapas, a próxima nos dias 22 e 23 de julho em local a ser anunciado, e a final nos dias 14 e 15 de outubro. Em cada evento serão R$ 30 mil de premiação e o campeão estadual ganhará moto 0k, oferecida pela Surf Trip, Kyw e Super Tubes.

O Maresia Paulista de Surf Profissional 2017 tem os patrocínios da rede de lojas Overboard, Surf Trip, Kyw e Super Tubes. Apoios de K Energy Drink, prefeituras de Ubatuba e São Sebastião, Associação Ubatuba de Surf e Associação de Surf de São Sebastião, Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, com divulgação de Waves. Realização: Federação Paulista de Surf.

RESULTADOS, PREMIAÇÃO E PONTUAÇÕES:

1 Thiago Camarão (São Sebastião/SP) – R$ 8 mil/ 1.000 pontos no paulista – 3.000 pontos no brasileiro
2 Wesley Leite (Ubatuba/SP) – R$ 5 mil/ 860 pontos no paulista – 2.580 pontos no brasileiro
3 Wesley Dantas (Ubatuba/SP) – R$ 3,2 mil/ 730 pontos no paulista – 2.190 pontos no brasileiro
4 Hizunomê Bettero (Ubatuba/SP) – R$ 2,6 mil/ 670 pontos no paulista – 2.010 pontos no brasileiro
5 Geovani Ferreira (Ubatuba/SP) – R$ 1,6 mil/ 610 pontos no paulista – 1.830 pontos no brasileiro
5 Luciano Brulher (Caraguatatuba/SP) – R$ 1,6 mil/ 610 pontos no paulista – 1.830 pontos no brasileiro
7 Willian Cardoso (SC) – R$ 1,2 mil/ 555 pontos no paulista – 1.666 pontos no brasileiro
7 José Francisco (PB) – R$ 1,2 mil/ 555 pontos no paulista – 1.666 pontos no brasileiro
9 Emerson Santos (Ubatuba/SP) – R$ 800,00/ 500 pontos no paulista – 1.500 pontos no brasileiro
9 Leandro Bastos (RJ) – R$ 800,00/ 500 pontos no paulista – 1.500 pontos no brasileiro
9 Nathan Kawani (Guarujá/SP) – R$ 800,00/ 500 pontos no paulista – 1.500 pontos no brasileiro
9 Flávio Nakagima (Praia Grande/SP) – R$ 800,00/ 500 pontos no paulista – 1.500 pontos no brasileiro
13 Edgard Groggia (Guarujá/SP) – R$ 600,00/ 450 pontos no paulista – 1.350 pontos no brasileiro
13 Victor Valentin (PR) – R$ 600,00/ 450 pontos no paulista – 1.350 pontos no brasileiro
13 Tamae Bettero (Ubatuba/SP) – R$ 600,00/ 450 pontos no paulista – 1.350 pontos no brasileiro
13 Wanderson Silva (Guarujá/SP) – R$ 600,00/ 450 pontos no paulista – 1.350 pontos no brasileiro

Overboard Expression Session – Edgard Groggia (Guarujá/SP) – com um aéreo – R$ 1 mil

Texto: Fábio Maradei (fmanoticias.com.br)