Thiago Guimarães começa muito bem na 2ª etapa do Maresia Paulista de Surf Profissional, em Ubatuba

By abrasp | 29 de julho de 2017 | Destaque, Notícias
Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage

Com a melhor somatória do dia, Thiago Guimarães começou bem a 2ª etapa do Maresia Paulista de Surf Profissional, que está sendo disputada na Praia Grande, em Ubatuba. O surfista de Peruíbe teve a melhor nota do dia, nove pontos, para somar 17 de 20 pontos possíveis em sua bateria. Quem também fez bonito foi o atual campeão do Circuito, o paranaense Peterson Crisanto, com a mesma nota nove e 16 pontos.

No ano passado, Urso, como é conhecido no surf, venceu as três etapas do ranking, sempre com excelentes performances. Já Thiago espera manter o mesmo ritmo de sua primeira apresentação deste sábado (29), para recuperar seu lugar de destaque. O evento segue neste domingo (30), a partir das 8 horas, com a bateria decisiva às 15h, valendo R$ 8 mil ao vencedor, dos R$ 30 mil de premiação, além de 3 mil pontos no ranking da Abrasp.

Edgar Groggia – Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage

Antes da final, mais uma atração, a Overboard Expression Session, uma bateria sem regras, com R$ 1 mil ao autor da manobra mais radical. Quem não estiver na praia, pode acompanhar as disputas pela internet, pelo site da Maresia, no link www.maresia.com.br/paulistapro2017/ao-vivo ou pelo Facebook da marca, o www.facebook.com/maresiaoficial/.

Neste sábado, com ondas de até um metro, o dia foi longo, com 27 baterias disputadas. Peterson estreou na décima, para garantir a nota nove. Depois, no final voltou ao mar no round 2, repetindo um ótimo surf. “Comecei muito bem, com o pé direito e pretendo manter esse nível, passar o máximo de baterias possível e tentar fazer uma grande campanha, igual ao ano passado”, falou o surfista de Matinhos, que está com 25 anos.

Thiago Guimarães começou a competir só na segunda fase, por ser top, e se adaptou muito bem ao mar. Em sua onda nota nove, fez três manobras conectadas, sem perder ritmo. Depois, ainda fez um oito. “Fiquei contente. É sempre bom começar o campeonato assim, com uma performance boa. Dei sorte de achar duas ondas boas, ter conseguido apresentar um surf legal”, disse.

Thiago Guimarães – Maresia Paulista Pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage

“Na primeira etapa acabei indo mal, mas a gente sempre tem esperança com o título. Mas primeiro é pensar em cada passo, uma bateria de cada vez. O objetivo maior é conseguir um resultado bom nessa etapa”, destacou o surfista de 25 anos, que foi campeão paulista petit (até 10 anos), em 2002, na ocasião superando Filipe Toledo e Jessé Mendes, entre outros. “Acabei virando a bateria final nos últimos 30 segundos e acabei sendo campeão em cima do Filipinho”, lembrou.

Thiago, companheiro de viagens de Jessé e Ian Gouveia, tem uma curiosidade. Devoto de Nossa Senhora Aparecida, ele tem uma prancha na Catedral de Aparecida do Norte. “Foi uma promessa da minha mãe. A gente costuma ir uma vez por ano lá e minha mãe falou que teve um pedido alcançado e levei uma prancha. Está exposta e tem um monte de gente que me manda foto quando vai lá”, contou.

Além da briga pelo título, Thiago segue no Circuito Mundial. “Esse é segundo ano que estou correndo o QS completo, querendo entrar no WT, que é um sonho. Hoje tenho vários amigos que estão lá e tenho muito vontade de entrar. Estou me esforçando ao máximo. Cada um tem seu tempo. Venho fazendo o meu trabalho, treinando bastante e, aos pouquinhos, vai subindo degrau por degrau”, complementou.

Peterson Crisanto – Maresia Paulista pro Ubatuba. Foto: Munir El Hage

Outra boa atuação de sábado foi de Renan Pulga, de São Sebastião, marcando 15,75 pontos, a mesma de Edgard Groggia, de Guarujá, e o baiano Leo Andrade. O paranaense Victor Valentim veio logo atrás, com 15,50. Também merece destaque o experiente Renato Galvão, que já tem no currículo dois títulos brasileiros e dois paulistas, e fez uma ótima apresentação no sábado.

O público, tanto na praia quanto da internet, concorrerá a prêmios da Maresia. Também está sendo feita degustação do K Energy Drink. O Circuito terá três etapas e o campeão paulista ganhará uma moto 0k, oferecida pela Surf Trip, Kyw e Super Tubes. Este é o 11º ano que a marca é a patrocinadora oficial do Circuito, único no País esse ano com R$ 30 mil de premiação. A etapa decisiva está marcada para 7 e 8 de novembro, em local a ser divulgado.

O Maresia Paulista de Surf Profissional 2017 tem os patrocínios da rede de lojas Overboard, Surf Trip, Kyw e Super Tubes. Apoios de K Energy Drink, prefeituras de Ubatuba e São Sebastião, Associação Ubatuba de Surf e Associação de Surf de São Sebastião, Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, com divulgação de Waves. Realização: Federação Paulista de Surf.